banner

HORA DE RECLICAR, MUDAR, PERDOAR.....




"A maioria das pessoas acredita que, ao perdoarmos uma pessoa, estamos fazendo alguma coisa pelo outro.

A verdade é que, quando perdoamos, estamos fazendo algo por nós mesmos. Estamos abrindo mão do que não queremos para abrir espaço para aquilo que queremos. Todo mundo gosta e quer uma segunda chance.

Precisamos abrir mão da dor, da raiva, do ressentimento e do medo para poder sentir a bondade, a alegria, a paz e o amor.
 
Quando negamos o perdão ou o amor a alguém, por qualquer motivo, ficamos presos a tantas coisas antigas, que as boas não conseguem chegar até nós.

Enquanto você acreditar que as pessoas têm poder sobre você, será incapaz de perdoar. As pessoas não podem mudar quem você é e quem nasceu para ser.

 
As pessoas podem colocar obstáculos em seu caminho e até fazer coisas que levarão você a acreditar ser diferente do que é, mas ninguém pode mudar, alterar ou atrapalhar a verdade de quem você é.


 
Não existe alguém que não cometa erros. Os erros fazem parte da vida humana.

Confundimos a aparência com a verdade. Não nos damos conta de que a vida é mais do que aquilo que vemos e que a verdade nem sempre é visível a olho nu.

Não nos damos conta de que nem sempre conhecemos a história toda. Quando você não conhece a história toda, qualquer conclusão a que chegar será equivocada.
 
Quando descobrimos que não é através da mágoa, da raiva e da desvalorização que alcançamos o que queremos, é hora de perdoar.
 
Quando não conseguimos superar a lembrança do que uma pessoa nos fez e essa lembrança nos mantém magoados, ressentidos, com raiva, é hora de perdoar.
 
Quando a única coisa que lembramos a respeito de uma pessoa é aquilo que ela nos fez, e não o fato de que é um ser humano sujeito a cometer erros, é hora de perdoar.
 
Quando acreditamos saber as razões dos atos de uma pessoa e achamos que, se ela tivesse feito algo diferente, nós seríamos diferentes, é hora de perdoar.
 
Se não gostamos de nós mesmos, é hora de perdoar.


(A.Kummer)

Nenhum comentário:

Postar um comentário