banner

SEU PAR PERFEITO SEGUNDO A ASTROLOGIA



A astróloga Jacqueline Cordeiro, autora do livro  "Sedução Astral - Manual de Astrologia, Moda e Comportamento para Conquistar seu Par Perfeito" (R$ 45; ed. Matrix) analisa como são as combinações do zodíaco no quesito amor e vida a dois, assim como também traça as principais características, tanto de estilo quanto de personalidade, de todos os signos.

Divulgação

Em entrevista para o UOL Horóscopo, a horoscopista Jacqueline explica como os astros podem ajudar (ou não) na relação ou em uma investida amorosa. Segundo a especialista, "a astrologia é nosso melhor GPS e nos ajuda, por exemplo, a entender por que temos tanta atração por um determinado signo e, com outro, não rola química alguma". Jacqueline ainda revela quais são as melhores e piores combinações do zodíaco. Veja se está no caminho certo:
Compatibilidade de elementos
O zodíaco se divide em quatro elementos --Fogo (Áries, Leão e Sagitário), Terra (Touro, Virgem e Capricórnio), Ar (Gêmeos, Libra e Aquário) e Água (Câncer, Escorpião e Peixes)-- que, conforme explica a autora do livro "Sedução Astral...", costumam se dar bem entre si ou com outros que se complementam. Por exemplo, água apaga o fogo, por isso não é uma boa combinação. Já o ar alimenta o fogo; portanto, a sorte no amor será maior.
E continua: "Precisamos pensar na compatibilidade dos elementos. Esse é o ponto de partida para ver se uma relação tem boas chances. É claro que devemos analisar Vênus e Marte de cada um, porque esses dois planetas, ligados ao afeto e à sexualidade, precisam ser compatíveis." Mas, apesar desses fatores, em linhas gerais, é possível apontar boas e péssimas uniões.


Melhores combinaçõesCada elemento tem um enfoque sexual e afetivo distinto e as melhores combinações são aquelas que somam conhecimentos e sensações com facilidade, de uma maneira natural. "Para os signos de Terra [Touro, Virgem e Capricórnio], o orgasmo é uma sensação física, já que são mais ligados ao corpo e às sensações físicas. Portanto, eles se sentem bem com os de Água [Câncer, Escorpião e Peixes], que têm, no sexo, uma experiência emocional profunda, onde as emoções falam mais alto", exemplifica Jacqueline.
  • Capa do livro "Sedução Astral..." (R$ 45; ed. Matrix)
"Para os de Fogo [Áries, Leão e Sagitário], a relação e o sexo são como uma troca de energia, pois sua ligação é espiritual. Eles se harmonizam com os signos de Ar [Gêmeos, Libra e Aquário], que consideram o sexo um tema do intelecto e dirigem a cena afetiva e sexual." Portanto, a combustão entre Ar e Fogo é certa.
Apesar da compatibilidade de elementos, há fatores que extrapolam qualquer explicação e criam atrações imediatas e poderosas. Questionada sobre quais são as melhores combinações de todo zodíaco, daquelas que duram para a vida toda, a astróloga entrega: "Câncer fica hipnotizado com o paciente, ambicioso e competente capricorniano; saem faíscas sexuais nos lençóis. O chique libriano fica encantado com o jeito 'classudo' e romântico do leonino. E Escorpião se derrete com o seu igual --será na cama, tipo roteiro de filme erótico, com muitos jogos sexuais e prazer nas alturas".
Piores combinaçõesA incompatibilidade de elementos causa, já de cara, alguns atritos e desafios. "Não há liga na relação. Pode até haver certa atração, mas, na hora do vamos ver, não tem química, não rola uma sedução e muito menos um bom sexo", diz Jacqueline.
Como explicado anteriormente, os signos de Fogo --Áries, Leão e Sagitário-- não se misturam facilmente com os signos de Água --Câncer, Escorpião e Peixes. "Os de Fogo consideram os de Água muito emotivos e sensíveis. Por outro lado, os de Água consideram os de Fogo rudes e insensíveis." E continua: "Já os de Terra [Touro, Virgem e Capricórnio] acham os de Ar [Gêmeos, Libra e Aquário] desapegados e muito impessoais. E os de Ar acreditam que os de Terra são conservadores e limitados demais".