banner

XAMANISMO....Primeira manifestação do Divino que se tem registro arqueológico na humanidade!

O Xamanismo esta relacionado principalmente com o êxtase, como quando algo nos prende a atenção de tal maneira, que nossa mente começe a funcionar independente das coisas que estão acontecendo a nosso redor.

O termo Xamâ vem da Sibéria, mas o pajé brasileiro também é um xamã, como o babalaô na África ou o feitiçeiro no Norte America. Ele tem facilidade de se conectar com o que não é palpável. 

Podemos procurar o xamanismo para a recuperação/resgate  do poder pessoal. Ele ajuda a encontrar,  dentro da gente,  o nosso reequilíbrio. Fortalecendo nosso mundo interior, sofremos menos os ataques externos; estresse, raiva, tristeza, depressão......Precisamos nos  autosustentar, autoequilibrar.  O xamanismo auxilia neste processo. 

O xamanismo funciona pelo extase através de ervas como o Santo Daime , mescalina, peyote ou pelos sons do tambor, onde a pessoa entra num transe suave, percebendo o mundo ao seu redor mas imerso em seu Eu. E ai começa a ter imagens onde  interage com elas. Quando a pessoa "ver e sente" estas imagens, a pessoa muda, se transforma. 

Quando vivemos grandes traumas, um pedaço de nossa alma fica orbitando, isto é uma forma de suportar a dor daquele problema. Assim, ficamos sem um pedaço de nossa alma. Isto nos enfraquece, deprime.

 O Resgate de Alma é uma técnica do Xamanismo que fazendo  uma viagem, traz o fragmento da alma e assim integramos ao nosso Eu. 

"Não há caminhos fechados, respostas prontas ou receitas milagrosas. O Xamanismo nos ensina a "ouvir" a natureza e seguir o caminho do nosso coração.

Ele mostra que olhando a natrureza e nosso relacionamento com ela, temos as respostas pra todas nossas indagações.

Os povos nativos com seu profundo respeito por seus ancestrais e todas as formas de vida derão origem ao Xamanismo. Assim faziam  viagens ao mundo espiritual . E quem ama a natureza, encontrará nestes ensinamentos um abrigo pra acalentar o corpo cinza, a mente cansada, o coração distante e o espírito esquecido. 

O Xamanismo se encaixa em qualquer crença ou religião, pois sua vibe é a Vida e seus Mistérios.


Na década de 60, o xamanismo despontou na nossa cultura graças ao  livro A Erva do Diabo, de Carlos Castañeda.  Ele conta sua  experiência com os rituais de índios do México que utilizavam alucinógenos, preparados de plantas, para provocar estados alterados de consciência e, dessa forma, se conectar com o inconsciente .

 

 

A Sálvia é uma erva que é conhecida por suas propriedades curativas e medicinais. As pessoas têm queimado sábio desde os tempos antigos para limpar e purificar objetos e casas. Nos rituais xamânticos, são queimadas pra energizar e harmonizar o ambiente.

 

“Se você falar com os animais, eles falarão com você.

E assim, vocês conhecerão um ao outro.
Se você não falar com eles, não os conhecerá...
...E aquilo que você não conhece, você teme.
... E aquilo que se teme, se destrói.”

Sobre o Xamanismo.


Essa interligação de tudo e de todos é uma das chaves para a paz interior defendida pelo xamanismo. “O homem e a natureza comungam de uma mesma origem. Podemos acessála por meio da expansão de nossa consciência, que nos possibilita compreender mais sobre nós mesmos e o mundo”, explica o Xamã Alexandre Meireles.

Fonte: Alexandre Meireles