banner

A MITOLOGIA AFRICANA E OS ORIXÁS . ARTE E HISTÓRIA.

IANSÃ OU OIÁ – Eparrei Oiá!
Esposa mais querida de Xangô, guerreira, tem o domínio sobre os raios, os ventos e as tempestades. É ela quem conduz a alma dos mortos para o outro mundo, por isso é muito importante no culto dos Eguns. Sempre disputada pelos dois irmãos inimigos, Ogum e Xangô, pois é mulher forte e de grande beleza.



 Antes de ser esposa de Xangô para o resto de sua vida, teve muitos amantes, Ogum, Oxaguiã, Exu, Oxossi, Logum Edé, Obaluaê. De cada um deles soube tirar um ensinamento para tornar-se a guerreira invencível que é, e ser admirada pelos olhos de seu marido, Xangô. Usa as mesmas cores que Xangô, o vermelho branco e marrom. Seu número é o 7.

XANGÔ – Salve Xangô! Kao Kabiessi!
 Xangô é rei de Oiô, rei que governa com justiça, por isso porta um machado de duas lâminas, o oxé (seu símbolo). Teve muitas mulheres, dentre elas Obá, Iansã e Oxum e sua mãe adotiva, Iemanjá. Ensinou os homens a dominar o fogo. Guerreiro e amante da vida, nada teme, a não ser a morte e os eguns, os espíritos dos mortos. Inimigo de Ogum, guerreou com ele em uma pedreira e o derrotou com a ajuda de sua segunda mulher, Iansã, por isso a pedreira é seu elemento. Xangô teve muitos filhos, os quais sempre deixou para Iemanjá cuidar. Ela cuidava com muito carinho e esmero, mas nunca o via, pois ele deixava seus filhos e fugia. Um dia Iemanjá o encontra e casa-se com ele. Usa um colar vermelho e branco, que são as suas cores.


OXUM – Ora ieiê ô!
Mulher vaidosa e muito bonita, representa a fertilidade e o amor, foi a esposa preferida de Xangô, filha de Iemanjá e Orunmilá, sua formosura denota uma mulher bela e frágil, mas se engana quem pensa assim, ela consegue tudo o que quer com seu poder de sedução. Habita os rios, representa a água doce e o ouro. Oxum deitou-se com Exu para conhecer os segredos dos Búzios. Sua cor é dourado e amarelo. Seu número é o 5 e seu símbolo é o espelho leque (abebé).


IEMANJÁ – Odoiá!
Considerada a mãe de todos os Orixás, em outra versão, aqueles que não nasceram dela, foram criados por ela. Está ligada a criação do mundo. Filha de Obatalá (Oxalá), o Céu, e de Odudua, a Terra, seu irmão é Aganju, a Terra Firme. Iemanjá, as Águas, casa-se com seu irmão e de seu ventre nascem todos os Orixás e o mundo está criado. Foi esposa de Ogum, mãe adotiva e mulher de Xangô. Ajudou Oxalá e ganhou o poder sobre o Ori (a cabeça) dos mortais. Representada muitas vezes como uma sereia, habita o mar e todas as águas profundas. Suas cores são o prateado, o branco e o azul claro. Seu número é o 9 e seus símbolos são peixes de prata e um espelho.

Fonte: Jóias Flávia Ferrari